A Importância Do Remarketing No Mercado Imobiliário

A importância do Remarketing no mercado imobiliário

marketing industrial b2b
Marketing Industrial: como funciona o marketing B2B
5 de março de 2021
link juice
Link Juice: Guia Completo e Ilustrado para SEO
11 de maio de 2021

Você já ouviu falar em remarketing? Então, imagine a seguinte situação: um cliente entrou no site da imobiliária com o objetivo de comprar uma casa. Ele clicou nos anúncios e gostou de uma das casas à venda. Acontece que esse mesmo cliente navegou pelos sites concorrentes e a família curtiu outros imóveis.

Nesse caso, ao entrar em suas próprias redes sociais, o comprador se depara novamente com imóveis semelhantes ao que ele viu anteriormente, ou ainda, alguns são exatamente das casas que ele acabou de ver. Mas, de quem são esses imóveis? Do primeiro site que ele acessou ou da imobiliária concorrente? Pois bem, é do site que utilizou o remarketing.

 

O que é remarketing?

o que é remarketing

Antes de falarmos da importância dessa estratégia para imobiliárias, uma breve explicação sobre o que é remarketing.

Remarketing é a estratégia que utiliza uma função de gerenciadores de anúncios para registrar os caminhos que um usuário fez na internet por meio de cookies.

Ou seja, ao acessar outros sites e as redes sociais, os anúncios afiliados (que utilizam o remarketing) aparecerão na tela do usuário. É como o carro que você pesquisou algumas vezes e, em seguida, esse mesmo veículo começa a aparecer em forma de anúncio em outras páginas da internet.

 

Por que utilizar o remarketing no mercado imobiliário?

Sabemos que já há um interesse por parte do comprador, afinal, ele acessou o site à procura de um tipo de imóvel. Ao invés de aparecer para inúmeras pessoas que não buscam imóveis, que tal mostrar casas ao cliente em potencial?

Dá a lógica: seu anúncio terá muito mais chances de converter uma venda.

Na dúvida entre um imóvel e outro, aqueles que aparecerem, certamente terão mais força em estimular o comprador.

 

Utilizando o remarketing para vender imóveis?

vender imoveis com remarketing

Antes de aplicar a estratégia, é preciso entender a jornada que o comprador vai percorrer.

Primeiro, sem muita pretensão, o cliente vai pesquisar os imóveis e não vai fechar negócio. Em seguida, o cliente passa a considerar a compra, realizando comparações de preços, região do imóvel, histórico da imobiliária etc. Depois, é hora de avançar para a decisão de compra. É o momento em que o corretor fecha a venda.

Esse ciclo é chamado de funil de vendas, em que o comprador passa pelos estágios de compra. E assim, conforme ele vai avançando, aumentam os anúncios e o contato com ele.

Com a estratégia certa, público-alvo definido e a concorrência ficando para trás, as oportunidades de sucesso serão maiores e o investimento em dinheiro será melhor aproveitado.

 

Alinhando campanhas orgânicas e campanhas pagas

A sua campanha orgânica, aquela que você não investe para aparecer na internet, como posts comuns nas redes sociais ou no seu blog, deve estar alinhada com a campanha paga, como a que utiliza o remarketing.

Isto é, pense nos posts que os seus corretores publicaram no Instagram, sobre aquele “apartamento lindo, pronto para morar”. O cliente gostou e clicou no anúncio que o direcionou para o seu site – obviamente, lá devem estar as informações completas do imóvel.

Na sequência, quando ele sair do site e acessar o Instagram ou o próprio Facebook, adivinha quais anúncios pagos tem que aparecer? Isso mesmo, do apartamento que ele adorou e de imóveis semelhantes.

 

Se você ainda não utiliza o remarketing, é bom reconsiderar as suas estratégias de venda digitais. Enquanto os concorrentes encantam os olhos dos compradores, seus imóveis podem estar escondidos.

 

 

Agência Skipp
Agência Skipp
Explore uma nova jornada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contato